The Beat | 8 de agosto, 2022

Quem lacra lucra. E, mais importante, ainda muda o mundo

Quando falamos sobre diversidade e inclusão no Marketing, as opiniões se dividem: tem quem acredite que “quem lacra não lucra”, e que investir neste assunto é perder tempo e dinheiro. Depois, quem entende que, sim, diversidade traz dinheiro… e, então, usa e abusa do tema em campanhas de Marketing (muitas vezes, sem fazer a lição de casa dentro da própria empresa). E, por fim, quem entende que diversidade não é só discurso: ajuda a se conectar com o público e lucrar, sim, mas, principalmente, é uma forma de ajudar a construir um mundo melhor. Esta The Beat especial sobre diversidade e inclusão quer te ajudar a estar no terceiro grupo. Bora lá?

Esta é a newsletter oficial da Rock Content. Inscreva-se para receber novidades toda segunda-feira na sua caixa de entrada!

Quer receber a próxima The Beat? 😍

Então inscreva-se abaixo:
Esta é uma edição especial da The Beat. Depois de dois anos de hiato, trouxemos de volta a Rock Content Magazine, revista digital da Rock Content, com mais de 40 páginas sobre diversidade e Marketing. Para comemorar, esta edição traz insights valiosos (e necessários) sobre este tema. Afinal, ações em prol da diversidade e inclusão são boas para sua marca, para as pessoas e para o mundo.
Vitor Peçanha, co-fundador da Rock Content
Role para baixo para começar
Artigo

Como aprendi a criar estratégias de Marketing de sucesso aliando resultados para a marca e ativismo em diversidade?

Por Rodrigo Martins
Gerente de Conteúdo 
Direto ao ponto: se a sua marca não está comprometida com diversidade e inclusão, você está perdendo muito. Você está perdendo não só a oportunidade de fazer a coisa certa na direção de fazer o mundo um lugar melhor e mais respeitoso. Também está perdendo negócios e dinheiro. Neste artigo, convidamos nosso Gerente de Conteúdo para mostrar muitos dados que comprovam isto e, mais importante: compartilhar algumas histórias de seus 15 anos de experiência com estratégias digitais e sobre como a sair do senso comum o ajudaram a impulsionar seus resultados. Inspire-se. 
Read all content > Opens in a new window.
Artigo

Clientes estão, mais do que nunca, buscando representação nas marcas que escolhem consumir

Por Cecília Cury 
Analista de Marketing de Produto
Com tantas opções de compra, clientes simplesmente pararam de procurar por produtos e passaram a buscar marcas que melhor representem seus valores. Mas antes de sair diversificando os perfis das pessoas nos seus criativos e deixar seu logotipo com as cores do arco-íris, precisamos jogar um balde de água fria aqui: só levantar uma bandeira e falar a respeito não é suficiente. Dados mostram que as pessoas sabem quando diversidade é apenas discurso dentro de uma empresa (e, acredite: isto pode virar um baita problema). Como fazer da maneira certa, então? Nós explicamos tudo — com muitos dados e exemplos.
Leia todo o conteúdo > Opens in a new window.
Dúvida? Aqui estão alguns números que vão te fazer pensar de novo:
Dúvida? Aqui estão alguns números que vão te fazer pensar de novo:

57%

de clientes são mais fiéis a marcas comprometidas em abordar desigualdades sociais em suas ações;

34%

já boicotaram uma empresa ou marca pelo menos uma vez ao não sentirem que suas identidades foram representadas nas suas propagandas ou ações;

74%

das Gerações Y e Z buscam empresas que apoiam causas com as quais possam se identificar.
Podemos dizer que as marcas que não prestam atenção a estas questões estão ficando para trás. Mas como fazer isso do jeito certo? Falamos mais no artigo completo.
Entrevista

‘Para pessoas negras prosperarem, precisamos abrir nossas mentes’

Clientes estão cada vez mais alertas em relação à Diversidade, Equidade e Inclusão (DEI). E nós, como profissionais de Marketing, temos a obrigação de diminuir o preconceito e promover a diversidade racial nos nossos conteúdos e ambientes de trabalho. Confira entrevista exclusiva com Natalie Gullatt, fundadora e presidente da Black Marketers Association of America (BMAA).
Leia todo o conteúdo > 
Opens in a new window.

Natalie Gullat
Fundadora da BMAA e Gerente de Marketing na HubSpot

Natalie Gullat

Fundadora da BMAA e Gerente de Marketing na HubSpot

Natalie Gullatt é fundadora e presidente da Black Marketers Association of America (BMAA) e gerente de Marketing da Hubspot. Ela também atuou até recentemente como presidente do Caucus of Emory Black Alumni (CEBA) e como diretora de Marketing da National Black MBA Association, divisão de Atlanta.
Consumers across the world are becoming increasingly aware of Diversity, Equity and Inclusion (DEI) topics. Black consumers are willing to pay more and prioritize brands that meet their needs, according to data. And we, as marketers, have the obligation to mitigate racial-biased information and to promote racial diversity in the content we create and among the professional landscape. To talk more about it, we invited Natalie Gullatt, founder and president of the Black Marketers Association of America (BMAA), to an exclusive interview.
Read all content > Opens in a new window.
Interview

‘Para criar uma cultura em que pessoas negras prosperem, precisamos abrir nossas mentes para pontos de vista diferentes’

Natalie Gullat
Fundadora da BMAA e Gerente de Marketing na HubSpot

Natalie Gullat

Fundadora da BMAA e Gerente de Marketing na HubSpot

Natalie Gullatt é fundadora e presidente da Black Marketers Association of America (BMAA) e gerente de Marketing da Hubspot. Ela também atuou até recentemente como presidente do Caucus of Emory Black Alumni (CEBA) e como diretora de Marketing da National Black MBA Association, divisão de Atlanta.
Clientes por todo o mundo estão se tornando cada vez mais alertas em relação à Diversidade, Equidade e Inclusão (DEI). E nós, como profissionais de Marketing, temos a obrigação de mitigar o preconceito e promover a diversidade racial no conteúdo que criamos e no cenário profissional. Para falar sobre isto, convidamos Natalie Gullatt, fundadora e presidente da Black Marketers Association of America (BMAA) para uma entrevista exclusiva.
Leia todo o conteúdo > 
Opens in a new window.
Artigo

TikTok, Instagram, Twitter e Facebook não são seguros para a comunidade LGBTQIAP+, diz relatório

Por Luana Dias
Analista de Comunicação e
Marketing de Impacto Social
Cinco das redes sociais mais populares não estão priorizando a segurança da comunidade LGBTQIAP+, de acordo com a GLAAD (Gay & Lesbian Alliance Against Defamation): TikTok, Instagram, Facebook e Twitter — basicamente, todos os canais que nós usamos como profissionais de Marketing. Como isto impacta nossas marcas? Como impacta nossa audiência e clientes — e, mais importante: qual deve ser nosso papel para criar um ambiente digital mais seguro para esta comunidade?
Leia todo o conteúdo > Opens in a new window.
Frase da semana

“Infelizmente, o setor de Marketing ainda não descobriu como realmente elevar e valorizar pessoas negras.”

Natalie Gullatt,
em entrevista exclusiva para a Rock Content.
< Voltar
< Voltar
< Voltar
< Voltar
< Voltar
Frase da semana
“Infelizmente, o setor de Marketing ainda não descobriu como realmente elevar e valorizar pessoas negras.”
Natalie Gullatt,
em 
exclusive interview para a Rock Content.
< Voltar
< Voltar
< Voltar
< Voltar
< Voltar

Estas foram as trends da semana!

Curtiu o conteúdo?

Então, não se esqueça de se inscrever abaixo para receber a The Beat toda semana, diretamente na sua caixa de e-mail. Tenha uma ótima semana e nos vemos na próxima segunda!

Quer receber a próxima The Beat? 😍

Então inscreva-se abaixo:
E é claro, sinta-se à vontade para compartilhar este conteúdo com seus colegas e parceiros